domingo, 17 de junho de 2012

DEUS existe?

Não, não, não! Haha! Minha fé em Deus não está abalada! Eu sei em quem tenho crido! Resolvi fazer esse post baseado em algumas coisas que li hoje sobre a prova de que Deus existe.
Não é de hoje que nos deparamos com afirmações como: "Se Deus realmente existe..." ,"Prove que Deus existe..", etc. Ai como me cansa isso, sério, me cansa e muito!
Não sou nenhum fanático, mas estou ligado à Ele a todo instante! Sim, sou um daqueles que católicos ou ateus preferem chamar de CRENTE a chamar de cristão. Mas esse título vem bem a calhar, visto que realmente cremos em Deus, na sua existência.
O que me intriga é imaginar que precisamos provar que Deus existe por meios materiais. Há algum tempo conversando com um agnóstico, ele me falou que discordava da existência de um Deus Todo-Poderoso que rege tudo e a todos porque a ciência não poderia provar. Acho que falta um pouco de leitura pra ele, pois até mesmo cientistas famosos já acreditam na existência de Deus. Desinformado. Mas a questão é: Deus não pode ser provado pelas coisas materias. Deus não é material, a essência Dele é outra. Li em um blog algo que vou compartilhar a seguir:

"Será que podemos provar a existência de Deus? Para uns – sim. Para outros – não. Para uns basta olhar a natureza, contemplar a vida e deduzir que isso prova a existência do autor de tudo isso, a quem chamamos de Deus, Pai, Criador.  Até mesmo  o processo de toda a evolução (que a Ciência pode e tem obrigação de investigar) e de toda a história do universo, do mundo e da humanidade pode ter como autor o Deus Criador!  Para outros, que não conseguem ver nada além da matéria e os seus efeitos – isso não prova nada: Deus não existe. A vida é temporária, efeito do “acaso” e da evolução – e só. Termina com a morte." (http://indagacoes-walenty.blogspot.com.br/2012/01/e-possivel-provar-existencia-de-deus.html)


(...) Não se pode provar no sentido que encontramos nas ciências matemáticas-naturais. As provas pertencem ao mundo das coisas, Deus, porém, não é coisa passível a manipulação. Deus é ‘TU’ pessoal. Mesmo os importantes problemas da vida humana não podem ser resolvidos como se resolve um quebra-cabeça; sempre  ainda fica algum ‘se’, ‘mas’.  Quanto pequeno, portanto,  é o nosso conhecimento sobre Deus, adquirido através das provas de existência de Deus.  No  entanto, existe a  ‘experiência de Deus’ do dia-a-dia do ser humano. Quando as ‘provas’ são direcionadas somente à razão, a ‘experiência’ envolve o ser humano inteiro, com todas as suas potencialidades. Não se pode nem criar e nem anular uma experiência desse tipo somente com a razão, porque atrás dela encontra-se a sabedoria da vida inteira.
(...) Porventura,  pode-se colocar dentro das fórmulas químico-físicas  os valores humanos, como amor, fidelidade, sinceridade, beleza e senso de responsabilidade? O físico pode explicar o som das palavras de uma pessoa, usando aparelhos e ferramentas de laboratório, e conhecer a ‘mecânica’ das vibrações das cordas vocais, mais jamais consegue  decifrar o sentido dessas mesmas palavras.
Tanto mais Deus encontra-se fora do alcance dos métodos das ciências naturais. Não se pode fazer com ele o mesmo que se faz com qualquer outro material experimental no laboratório.    A sua existência não pode ser provada nem pela física, nem pelas análises químicas. No entanto, Deus não se encontra do outro lado de qualquer experiência humana, porque podemos deduzir sobre a sua existência  baseando-nos em reflexão lógica. Não há necessidade de  falar, por causa disso, que a ciência e a fé são coisas opostas, quando, obviamente, as duas respeitam as suas fronteiras. M. Planck, autor da teoria quântica, disse: “ (..) Aonde for e onde alcançamos com o nosso olhar, nunca encontraremos oposição entre a ciência e a religião, e sim, ao contrário, nos pontos essenciais encontramos concordância. (...) Para aquele que acredita Deus  surge já no início, para o físico – no final de todas as investigações.”. (KRENZER, F. Taka jest nasza wiara, Paris,  Éditions Du Dialogue, 1981, p.29-30).
Deus está muito além de qualquer explicação humana. A fé nos faz senti-lo. O amor nos faz vivê-lo!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...