segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Renunciar? Ohh! No!


Todos nós nos apegamos a várias coisas em nossa vida, determinados a não abrir mão delas. Como pequenos "posseiros", abraçamos nossos brinquedinhos decididos a não permitir que o amoroso Pai os tire de nossas mãos para que Ele possa nos presentear com coisas maiores e mais belas e bem mais duradouras. Precisamos aprender a desejar esses momentos e a crer que Aquele que tira é também Aquele que renunciou a todas as coisas por nós. Não é para o Seu próprio benefício, mas para o nosso!
Será que estou disposto a renunciar alguma coisa a que estou apegado? Essa é a oração que muitos temem fazer. Temos medo de perder o controle da direção de nossas vidas. Mas. se realmente conhecêssemos o Seu caráter, desejaríamos fazer essa oração.
...
Cada um de nós luta, secretamente, para ter o controle de nossas vidas, e todos nós temos coisas diferentes a serem rendidas nas mãos graciosas do nosso Deus.
A maioria consegue renunciar facilmente a lição de casa por amor a Deus, mas qual de nós anseia por renunciar nossa popularidade, nossos relacionamentos, nossa aparência - e que tal, a música? Renunciar é o cimento do nosso castelo. Quando Cristo, a Rocha Sólida, é o alicerce de todas as coisas em nossa vida, é aí que estamos seguros e inabaláveis.

 Trecho do Livro “Romance à maneira de Deus”

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...